Blog da Manu

A carta da revolta

Dificilmente me envolvo em assuntos polêmicos. Dificilmente me expresso em tom de revolta. Nesse momento estou sentada na frente do computador tentando trabalhar e não consigo. Estou triste, com o choro engasgado na garganta, numa mistura de depressão e raiva. Estou indignada com as barbaridades que acontecem no Brasil todos os dias e estarrecida por perceber que essa violência está cada vez mais perto.
Estava no trabalho quando recebi uma foto terrível no meu celular. Um ciclista foi esfaqueado enquanto passava de bicicleta na Lagoa Rodrigo de Freitas, às 18:30. Ele não foi assaltado. Ele foi atacado por dois pivetes, com uma faca, e nem teve a chance de entregar a bicicleta em troca da sua vida. A foto chocante mostra o corpo do ciclista, estirado no chão, em cima de uma poça do seu próprio sangue. Segundo o professor de educação física que o socorreu, sua vísceras já estavam para fora tamanha a violência do ataque. E tudo isso para que? Para roubar uma bicicleta.
Não é apenas por esse último fato que estou escrevendo. Na verdade estou vomitando essa coisa podre e nojenta que se acumulou dentro de mim, convivendo com tantas notícias horrorosas todos os dias. Parece que a vida se banalizou, perdeu seu valor. Uma pessoa que faz uma coisa dessas não pode ser chamada de pessoa. De que estamos falando, quando falamos em direitos humanos, se não estamos falando de seres humanos?
A sensação que fica é de medo, muito medo, pois a violência já não tem mais cara. Ela é uma coisa obscura, amorfa, e que aparece de repente. Nessa roleta russa em que vivemos, temos que rezar para que a bala não esteja na câmara engatilhada, todos os dias ao botar os pés fora de casa.
Meus sentimentos às pessoas e famílias vítimas da violência em todo o mundo.

2 comentários para “A carta da revolta

  1. Mal consegui dormi Manu… e acordei com uma revolta enorme! Muito triste mesmo…. e não vejo melhoria no curto prazo.
    Sair do Brasil, que antes eu criticava, agora cogito!
    Força. Bjão

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>