Blog da Manu

Um lindo dia de sol

Hoje eu acordei e olhei o relógio marcando 7:30 da manhã, e sem interromper o sono a noite inteira. Comemorei, pois eu acho que agora estou 100% ajustada ao fuso horário de 12 horas. Abri a cortina e o sol brilhava forte. Eu estava pronta para começar meu dia.

Quando fui chamar o Sinoca no WhatsApp ele estava indignado que eu tinha conseguido dormir até esse horário. Ele acordou às 6:00, mas mesmo assim conseguiu botar o sono em dia. Subimos para o café da manhã e nos deparamos com duas opções: Western e Japanese. Eu confesso que tive vontade de experimentar o Japanese, mas o Sinoca não estava muito animado (embora eu já o tenha convencido de que vamos ter que provar esse outro dia).

Sentamos para comer o tradicional café da manhã ocidental e mesmo assim nos deparamos com algumas coisas raras. Muita comida que fazia a refeição matinal parecer um almoço.

Vimos uma coisa que mais parecia uma bala de caramelo. Ao provar veio a surpresa: queijo provolone! WHAT??? Isso mesmo, queijo provolone. Em seguida já veio a idéia de levar na mochila de prova. Uma coisinha salgada no meio de tanto suplemento doce pode até cair bem…

Depois disso descemos para pegar um tradicional copão de café no Starbucks (eu não consigo ficar sem) e já começamos a bater perna pela rua. Apesar do vento gelado, a temperatura estava muito mais amena. Quando andando no sol dá até para ficar de camiseta, mas volta e meia bate aquele vento gelado.

Começamos a nos interessar menos pelas grandes avenidas e mais pelas pequenas ruas. Entramos em algumas que faziam de fato a gente perceber que está do outro lado do mundo. Meninas que transitavam pela rua pareciam ter saltado fora de um desenho animado. Tudo muito colorido, muito diferente.

O misto de fofo com macabro (do qual falei ontem) segue aparecendo e fiz questão de fotografar alguns exemplos para que vocês possam entender. É muito estranho mesmo…

Fizemos uma parada para almoço num restaurante que havíamos avistado ontem e que tinha uma cara ótima. Nosso faro está bom, porque acertamos na mosca. Interrompo aqui para falar sobre a educação das pessoas. Tudo que haviam me falado antes sobre os japoneses está mais do que confirmado. Eu nunca vi um povo tão educado na minha vida. Todos são extremamente solícitos e simpáticos. Não foi diferente com o garçom que nos atendeu. Ele trouxe os nossos pratos e nos explicou como deveríamos come-lo. Fantástico!

Nesse caso o molho do macarrão, que vem à parte, não deve ser derramado sobre a massa. Nós devemos pegar a massa com os palitinhos, botar dentro do pote do molho e comer.

Caminhando pelas ruas o Sinoca ainda arriscou pegar uma água direto da máquina…

… e não é que deu certo!? Já estamos quase japoneses…rsrs.

Agora cheguei do treino, vou tomar um banho e sair para jantar. Vamos tentar conseguir uma vaga num restaurante que sempre está lotado. Pelo nosso faro deve ser bom. Vamos ver!

Boa noite (bom dia) e até amanhã.

11 comentários para “Um lindo dia de sol

  1. Manu, estou adorando ler sobre suas aventuras na terra do sushi!!! Risos! O máximo!!!!

    Como sempre, muito orgulhosa da minha amiga e emocionada!!!

    beijos
    Cris

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>